Cifra Club

11 músicas perfeitas para você tocar no Halloween

Confira dicas práticas para tocar as melhores músicas de Halloween e aumente seu repertório para o Dia das Bruxas!

Prepare as fantasias aterrorizantes, pois a data mais assustadora do ano está chegando! E você já tem músicas de Halloween para tocar e curtir esse dia especial?

Abóbora aterrorizante de halloween em um mato à noite
Confira a trilha sonora perfeita para o seu Dia das Bruxas (Foto: Reprodução/Unsplash)

Se a sua resposta for ‘não’ ou ‘talvez’, esse artigo é o seu lugar. Afinal, listamos aqui 11 músicas de Halloween que não podem faltar na sua playlist nem no seu repertório para tocar nas festas!

As melhores músicas de Halloween

Como você talvez já tenha adivinhado, canções de metal e heavy metal, com solos longos e alucinantes de guitarras distorcidas, se destacam na nossa lista.

Porém, nem só de metal vive o Halloween! Aqui, você também vai encontrar sucessos do pop, incluindo cifras fáceis para iniciantes.

Confira o que separamos para hoje:

  • Fear of the Dark – Iron Maiden
  • Enter Sandman – Metallica
  • Crazy Train – Ozzy Osbourne
  • Thriller – Michael Jackson

E muito mais!

1. N.I.B. — Black Sabbath

N.I.B. tem 5 acordes e alguns solos e riffs não muito longos ou complexos, embora cheios de bends, pull offs e hammer ons.

Todos os acordes estão no formato de power chord, o que facilita as trocas entre eles.

Além disso, você pode contar com uma super videoaula que vai deixar esse som ainda mais acessível:

2. Ritual — Ghost

Para tocar Ritual, use a afinação D – C – G – F – A – D. A cifra tem longas tablaturas, que podem assustar à primeira vista, e acordes com formas não tão usuais, principalmente pela mudança da afinação.


Os solos de guitarra apresentam alguns padrões, o que já facilita. Portanto, com um pouquinho de prática e ainda mais com a ajuda da aula a seguir, não vai demorar muito para você dominar a faixa:

3. Halloween — Helloween

Não pode faltar Helloween no Dia das Bruxas, né? Acontece que a cifra de Halloween é mais complexa.

A tablatura para guitarra exige bastante domínio técnico e muita velocidade da mão esquerda (direita para canhotos).

Portanto, é uma música indicada para guitarristas do nível avançado.

4. Ghostbusters — Ray Parker Jr.

Saindo um pouco do metal, Ghostbusters, tema do filme “Os Caça-Fantasmas” (1984), tem 7 acordes. O que pode complicar um pouco, principalmente para iniciantes, são os shapes de Bm/A e G#m7(5-).

O solinho de abertura é icônico e não pode ficar de fora! É um trecho curto e de baixa complexidade. Então, até se você for iniciante neste fundamento, vale a pena aprender!

5. Thriller — Michael Jackson

Outro clássico do pop dos anos 80, Thriller não tem tablaturas. O desafio fica nos 15 acordes, sendo que os mais complexos são G#5+ e, novamente, G#m7(5-).

Além disso, essa cifra é um bom treino de pestanas, já que 8 acordes possuem o fundamento. Portanto, força na mão para tocar esse hino do Rei do Pop!

6. Pet Sematary — Ramones

Pet Sematary é mais uma cifra com a afinação D – C – G – F – A – D. Contudo, ela é uma música fácil de tocar até para iniciantes, pois são apenas 6 acordes no total.

Outra boa notícia é que os shapes se parecem muito entre si, com exceção do Bb, que, convenhamos, é uma pestana básica.

7. Enter Sandman — Metallica

Os 7 acordes de Enter Sandman são relativamente simples, todos no formato de power chord, com exceção da pestana de F#m.

A complexidade fica por conta dos riffs e dos solos, que, além de longos, são cheios de truquezinhos.

A parte boa é poder contar com mais uma videoaula, daquelas que resolvem todas as dúvidas! Você, inclusive, vai conferir dicas sobre pedais de guitarra, para deixar o seu timbre mais parecido com o original. Assiste aí:

8. Bury a Friend — Billie Eilish

Agora, a cifra mais simples da lista! Os acordes de Bury a Friend são apenas Cm, D e Gm.


A questão é que você vai precisar ouvir bastante a música para pegar a batida mais adequada. Isso porque o instrumental da faixa original é minimalista e com muitos elementos eletrônicos.

Ou seja, use a criatividade para adaptar a canção para uma versão voz e violão.

9. Black Sabbath – Black Sabbath

Black Sabbath tem um lugar na nossa lista por apresentar um trítono, tipo de intervalo musical chamado de “som do diabo” em tempos medievais.

A guitarra arrastada ajuda a reforçar o clima angustiante e torturante da música, oscilando entre passagens mais simples e outras realmente complexas.

Em uma linha, por exemplo, chega a repetir 12 vezes seguidas o movimento 4h5p. Logo, esteja com suas técnicas de hammer on e pull off em dia.

10. Fear of the Dark — Iron Maiden

Fear of the Dark tem 8 acordes, tocados no formato de power chord. Mas, na verdade, a cifra consiste, basicamente, em uma longa tablatura, que vai exigir um bom domínio técnico da sua parte.

A videoaula também é longa, mas traz dicas de timbres e ensina não só uma, mas as três guitarras usadas na gravação original da música. Confira:

11. Crazy Train — Ozzy Osbourne

Os 9 acordes de Crazy Train variam entre formas básicas, como A, formas realmente difíceis (A/C#, por exemplo) e formas fáceis com nomes difíceis, que é o caso de A7M(9).

À parte isso, é mais uma tablatura épica e de complexidade média-alta, combinando técnicas e velocidade.

Pelo menos, temos mais uma videoaula especial para você aproveitar:

Agora que você aprendeu as melhores cifras de músicas de Halloween, já pode preparar a melhor trilha sonora para uma festa completa!

Por fim, mas não menos importante, que tal mandar o link deste artigo para seus amigos e amigas que também tocam? Aproveitem para tocar juntos esse repertório especial para o Dia das Bruxas!

Picture of Roger Dorl

Roger Dorl

Artista formado em Teatro, especialista em Língua e Literatura Brasileira. Professor, escritor e produtor cultural. Toca violão e teclado, é cantor, compositor e arranjador. Escreve para o Cifra Club desde dezembro de 2021.

Read too

See more posts
OK